Dicas Rápidas

Recebimento Fiscal: Erros Comuns

Ao adquirir uma mercadoria, é comum que você receba a nota fiscal emitida pelo fornecedor. Logo, é realizado a recepção do documento e a conferência dos produtos mencionados na NFe, feito isso, a mercadoria já pode ser usada ou colocada na linha de produção.

Esse processo não é tão simples, como aparenta ser. Todas essas etapas estão envolvidas em procedimentos de extrema complexidade e requer muita atenção. Afinal, qualquer tarefa ao ser executada está sujeita a erros. Não é mesmo?!

Conheça os erros mais frequentes que ocorrem nesse cenário:

👀 Falta de controle sobre as notas emitidas contra o CNPJ: É importante acompanhar todo o processo de emissão e recebimento, além disso, consultar a qualquer hora todas as notas emitidas contra o seu CNPJ. Pois só assim você impedirá a geração de notas frias.

🔎 Auditoria Fiscal: Deve ser feito a conferência de todas as transações realizadas, com isso, diminui as chances de erros. Sempre que for recebido um novo documento, a auditoria deve realizar a conferência do mesmo. É necessário também, checar o arquivo XML junto à SEFAZ.


✍ Trabalho manual e falta de tempo: Sabemos que ainda existe inúmeras empresas que fazem a gestão fiscal manualmente. Esse tipo gestão faz com que a empresa fique mais passível a erros, pois as informações devem ser conferidas detalhadamente. Consequentemente, o departamento responsável ficará sobrecarregado. Afinal, será consumido tempo demais para realizar a conferência de todas as notas fiscais.

🧐 Falta de verificação das notas recebidas: Sempre que é realizado a compra de mercadorias, no ato do recebimento da nota deve ser feito a checagem do documento, para que assim você fique a par da situação da nota na SEFAZ.

Portanto, fique atento quanto aos erros de recebimento das notas fiscais da sua empresa, e esteja em constante verificação com a SEFAZ. 😉

Ainda está com dúvida? Comenta aqui embaixo que iremos respondê-lo! 💬

Posts relacionados
Dicas Rápidas

Quando inutilizar uma NF-e?

Dicas Rápidas

Vantagens de Utilizar o SAT CFe

Dicas Rápidas

Quando emitir NF-e de Substituição?

Dicas Rápidas

Em quais casos uma empresa deve emitir NF-e de entrada?

Assine nossa Newsletter e
mantenha-se informado

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *