FinanceiroGestão

O que é gestão de custos? Saiba como beneficiar sua pequena empresa

Conheça a importância dessa atividade a curto, médio e longo prazo.

Você sabe o que é gestão de custos e qual é a sua importância para as empresas? A resposta para esta pergunta pode estar relacionada à situação financeira do seu negócio hoje, o que mostra como ele é relevante.

De fato, não é incomum não saber como responder a ela. Prova disso é o número de empresas que fecham em decorrência de problemas financeiros, como mostra o estudo Causa Mortis, divulgado em julho de 2014 pelo Sebrae-SP e cujos dados foram obtidos através do rastreamento de 2.800 empresas e de 2.008 entrevistas.

Alguns números interessantes obtidos nele são os seguintes:

– 39% não sabiam qual era o capital de giro necessário para abrir o negócio;
– 31% não sabiam o investimento necessário para o negócio;
– 55% não elaboraram um plano de negócios;
– 53% das empresas em atividade acompanham rigorosamente as receitas e as despesas, contra 46% das empresas encerradas;
– 71% enfrentaram dificuldades no primeiro ano, sendo que entre todos os negócios, 14% sofreram com a falta de capital e/ou de lucros;
– Entre as empresas encerradas, 19% alegaram que o principal motivo foi a falta de capital / lucro.
– O valor da perda média foi de R$ 57.456, sendo que 7% das empresas encerradas alegaram ter perdido mais de R$ 100 mil.

Caso tais empresas tivessem conhecimento sobre a gestão de custos, pode ser que os resultados fossem diferentes, o que também liga um sinal de alerta para o seu negócio. Porém, felizmente, é possível retomar as rédeas da situação.

Continue conosco para entender melhor sobre o tema e saber como sua micro ou pequena empresa pode ser beneficiada.

O que é gestão de custos?

Basicamente, é a gestão de todas as despesas que a empresa tem para o seu funcionamento. Assim, torna-se possível saber exatamente como anda a sua vida financeira, o que é indispensável a curto, médio e longo prazo.

A gestão empresarial traz muitos desafios, especialmente para quem nunca tenha estado nessa posição, mas também para grandes especialistas e pessoas que tenham experiência na área, e entre tantas necessidades, a gestão de custos corresponde a uma das principais.

Imagine, por exemplo, que a sua empresa fabrique calçados. Para que ela se mantenha sustentável, é necessário que o preço cobrado em cada um deles seja suficiente para arcar com as despesas de material e de mão de obra, além de pagar o salário dos colaboradores e sobrar uma parcela para a remuneração de seu dono.

Porém, quando não se sabe quanto se gasta para fabricar cada calçado, pode ser que seu preço de venda seja menor do que o valor investido em seu desenvolvimento, o que é fatal para aquele negócio.

Se for esta a realidade da empresa, mesmo que ela venda 2 mil calçados em um mês, não será possível ver lucros ou, por vezes, nem o dinheiro necessário para pagar os fornecedores de materiais e os colaboradores. Dentro de pouco tempo, seu futuro pode ser o fechamento das portas, infelizmente.

Seja qual for o segmento da empresa, saber o que é gestão de custos e aplicá-la minuciosamente é fundamental para a continuidade daquele negócio, bem como para seu sucesso, especialmente a médio e longo prazo, mas que também se observa em um futuro próximo.

Confira também: Como sair da crise financeira em sua empresa?

Como aplicar a gestão de custos em minha empresa?

Pode ser que você tenha ficado um pouco assustado com as estatísticas que vimos no início do artigo e também com o exemplo anterior, mas fique tranquilo, pois você pode começar a gestão de custos hoje mesmo! Confira algumas dicas práticas e eficientes:

Revise as despesas regularmente

Para gerenciar bem os custos é preciso saber quais são eles. Portanto, o primeiro passo é analisar profundamente tudo o que sua empresa gasta – e com o que ela gasta.

Como pode ser a primeira vez que você faz isso, o procedimento deve dar um pouco de trabalho. Para facilitar, considere as despesas por semana, por quinzena ou por mês, o que já dá uma luz importante para saber por onde começar.

Durante a revisão, anote tudo em um caderno ou, preferencialmente, em uma planilha no Excel, de modo a conseguir ter um controle bem completo sobre os custos da empresa.

Depois de fazer este primeiro trabalho, mais complexo, você já saberá qual é o caminho. A partir de então, acompanhe todas as despesas para entender se estão dentro do planejado ou não.

Corte os custos desnecessários

Quando fizer a primeira análise, provavelmente você tomará um susto com os valores, o que é normal. Isso pode acontecer porque, por vezes, há gastos ali que não são essenciais e, portanto, devem ser descartados – ou reduzidos, se for o caso.

Por exemplo, se você não assiste TV no trabalho, não há porque ter um plano por assinatura para o escritório. Esta é uma despesa que pode ser eliminada para que os custos caiam.

Do cafezinho às assinaturas anuais que você faz, mas nem sempre se lembra, veja o que pode ser eliminado ou ter seu custo reduzido para ajudar na sustentabilidade da empresa.

Confira também: Como gerenciar sua empresa com a pandemia do novo Coronavírus?

Quando pensar em gastar, espere um pouco

Parece estranho, mas acredite: o processo funciona. Quando você pensar em comprar algo para a empresa, espere pelo menos um dia. Então, no dia seguinte, reconsidere se aquilo realmente é necessário e, se for, compre.

Esta estratégia de gestão de custos te ajuda a evitar as compras por impulso, que podem ser responsáveis por uma boa parcela do seu orçamento. Um único dia é capaz de fazer uma diferença notável em suas contas!

Você sabe? Quanto custa abrir uma empresa para começar a empreender?

O que minha pequena empresa tem a ganhar com a gestão de custos?

Na verdade, todas as companhias podem ser beneficiadas, já que quanto menores forem os custos, melhor. Porém, quando pensamos em empresas menores, cujo faturamento também tende a ser menor, as economias são ainda mais significativas.

Eliminar algumas despesas e reconsiderar outras é capaz de afetar diretamente quanto dinheiro sobra no final do mês, o que, por sua vez, impacta na capacidade de crescimento daquela empresa e também na sua remuneração, ambos detalhes muito importantes.

Outra dica interessante para gerenciar os custos é ter um sistema de emissão de documentos fiscais eletrônicos para o seu negócio, como o WebDFe, que agora oferece um plano gratuito, com algumas restrições, para pequenos empreendedores. Assim, tecnologia, eficiência e economia podem andar juntas!

Agora que você já sabe o que é gestão de custos, aplique nossas dicas e veja como os resultados devem te surpreender. Lembre-se: cada centavo conta!

Posts relacionados
GestãoProdutividade

BI para pequenas empresas: como aplicar a inteligência de negócios?

Financeiro

Minha empresa está no vermelho. E agora?

Gestão

Negócios na quarentena: como manter minha empresa em atividade?

Gestão

O que é gestão comportamental? Compensa aplicar em minha empresa?

Assine nossa Newsletter e
mantenha-se informado

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *